Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu suspender a inelegibilidade do prefeito reeleito de Iporá/GO

210

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio do presidente Luis Roberto Barroso, decidiu suspender a inelegibilidade do prefeito reeleito de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB), que havia sido condenado por abuso de poder econômico, e determinou a posse do gestor no novo mandato, além de sua recondução ao cargo de prefeito. A decisão foi expedida na última segunda-feira (28) e teve o ministro Edson Fachin como relator.

Na última semana, o TSE já havia decidido a favor de Naçoitan no processo que cassou seu mandato. Na ocasião, o ministro do TSE, Luis Felipe Salomão, considerou não ter havido abusos por parte de Naçoitan e que as situações destacadas pela acusação para basear os crimes de abuso de poder econômico e gastos ilícitos de recursos de campanha durante o pleito de 2016, como o derramamento de santinhos com o uso de um helicóptero, não ultrapassaram a barreira da propaganda irregular.

Em novembro deste ano, Naçoitan e seu vice, Duílio Alves, já haviam sido afastados do cargo pelo suposto cometimento dos crimes eleitorais.

No entanto, na decisão expedida ontem, o ministro Barroso alega que “ficou demonstrada a urgência” da suspensão da condição inelegível de Naçoitan, uma vez que o prefeito já havia apresentado, no processo, a informação de que o próprio TSE havia decidido, anteriormente, contra a condenação.

Ao deferir a posse de Naçoitan, Barroso suspendeu sua inelegibilidade, reconduziu o prefeito ao cargo e determinou que se aguarde o julgamento do recurso especial.

Informação do Portal Mais Goiás.

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!