Bônus aos servidores da Educação está na folha de dezembro

Estado irá designar R$ 92,1 milhões para reconhecer e valorizar os profissionais. Fonte para aplicação dos investimentos é resultado da economia de recursos da Seduc

328

O governador Ronaldo Caiado anunciou, no Dia do Professor, uma ajuda de custo que será liberada a todos os profissionais da rede estadual de educação na folha de pagamento de dezembro. Servidores efetivos, comissionados e contratos temporários da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vão receber um valor proporcional aos meses trabalhados em 2020 e à carga horária de cada um.

“O nosso tratamento é igualitário. Seja o porteiro, aquele que está na cantina, na cozinha, na segurança da escola ou o professor”, enfatizou o governador, durante o anúncio.

Essa é uma forma de o Governo de Goiás valorizar os profissionais da educação que tiveram custos extras com aquisição de equipamentos e aumento do uso de dados de internet durante o Regime Especial de Aulas Não Presenciais (REANP), em razão da pandemia da Covid-19, e também em reconhecimento ao esforço dos educadores no resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Pagamentos

A ajuda de custo será repassada a todos os quase de 40 mil servidores da educação no Estado. O repasse será feito de acordo com a carga horária do servidor. Quem faz 20 horas, vai receber R$ 1.297,00; 30 horas, o valor é de R$ 1.945,00; e para 40 horas, R$ 2.591,00.

Ao todo, o Estado irá designar R$ 92,1 milhões para reconhecer e valorizar os profissionais da educação. Se o servidor alterou a carga horária durante o ano será realizada uma média para o pagamento da ajuda de custo.

Secretaria de Educação – Governo de Goiás

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!