Operação Mestre de Obras: Polícia Civil faz 14 buscas e cumpre afastamento de 09 servidores da Prefeitura de Edeia

155

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), deflagrou, na manhã desta terça-feira (22), a Operação Mestre de Obras, com o objetivo de cumprir 14 mandados de busca e apreensão e afastamento das funções públicas de 03 secretários municipais da Prefeitura de Edeia e de mais 06 servidores.

Os mandados foram cumpridos na sede da Prefeitura de Edeia e na residência dos funcionários públicos. As investigações apontam indícios de que os agentes políticos teriam participado de um esquema criminoso que funciona, desde o ano de 2013 e perdurou até este ano, e consiste em forjar licitações para a execução de obras públicas.

Segundo apurado, os servidores teriam registrado empresas fantasmas em nome de serventes de pedreiro, pedreiros e mestres de obras para simular que estes concorriam a um processo licitatório.

Entretanto, o valor da licitação, na verdade, era completamente entregue para a gestor da pasta o qual pagava aos operários apenas o valor de suas diárias. A diferença entre o que foi pago para os trabalhadores em diárias e o pagamento feito pela Prefeitura para as empresas somaram mais de R$ 2.615.000,00 (dois milhões e seiscentos e quinze mil reais), motivo pelo qual foi deferido o bloqueio deste valor das contas e bens dos investigados. A operação resultou ainda na lavratura de um Auto de Prisão em Flagrante Delito (APF) pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e na apreensão de quase R$ 30 mil em espécie. (Informações da PCGO).

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!