PF em Goiás realiza ação para combater a caça de animais silvestres ameaçados de extinção

A ação conta com o apoio da Polícia Civil de Goiás e cerca de 10 policiais cumprem 2 mandados de busca e apreensão em Campinorte e Mara Rosa

1.571

A Polícia Federal realiza nesta sexta-feira (18) uma operação que tem como objetivo combater a caça de animais silvestres ameaçados de extinção. A ação conta com o apoio da Polícia Civil de Goiás e cerca de dez policiais cumprem dois mandados de busca e apreensão em Campinorte e Mara Rosa. As ordens foram expedidas pela Justiça Federal de Uruaçu, no Norte do Estado.

A investigação teve início após a divulgação de imagens do ex-prefeito de Campinorte, Francisco Correa Sobrinho, ao lado de uma onça parda morta em 2019. Após as imagens circularem na internet foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Na época, ele afirmou que o felino teria sido atacado e morto pelos cães da sua propriedade rural. No entanto, a investigação apontou indícios de perfuração de projétil de arma de fogo na pele da onça-parda, razão pela qual já foi determinada a realização de perícia. O investigado poderá responder por crime ambiental contra a fauna, com pena de dois anos de detenção e multa.

A reportagem não conseguiu contato com o ex-prefeito de Campinorte. O espaço segue aberto para manifestação.

Operação
De acordo com a PF, o nome da operação é alusivo à lei da ação e reação, segundo a qual a toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade, representada pela repulsa de mesma intensidade por parte do Estado, visando inibir novas práticas delitivas, gerando o necessário efeito pedagógico. (Informações do O Popular).

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!