Governo de Goiás libera duas parcelas do Auxílio Alimentação nesta terça-feira

Mais de 109 mil estudantes da rede estadual receberão o correspondentes a R$ 150,00. No total, já foram investidos R$ 46 milhões para garantir a segurança alimentar e nutricional dos alunos goianos

572

Nesta terça-feira, (30/6), o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), libera a quinta e a sexta parcelas do Auxílio Alimentação para os estudantes da rede pública estadual de ensino, beneficiários do programa Bolsa Família.

Mais de 109 mil alunos receberão duas parcelas do auxílio, referentes à última quinzena de maio e à primeira quinzena de junho, totalizando R$ 150,00.

O programa Auxílio Alimentação foi criado pelo Governo de Goiás no início de abril para garantir a segurança alimentar e nutricional dos estudantes de baixa renda. O dinheiro é direcionado à aquisição de alimentos, em substituição à merenda escolar, que deixou de ser servida após a suspensão das aulas presenciais no dia 20 de março.

Para acessar a lista de beneficiários (clique aqui)

Até agora, foram investidos R$ 46.089.450‬,00 no programa. Para receber o benefício, é necessário que o estudante atenda a três critérios básicos: estar matriculado na rede estadual de ensino, ter frequência comprovada e ser cadastrado no programa Bolsa Família, do governo federal.

O programa foi instituído por meio do decreto de nº 9.643, publicado no Diário Oficial de Goiás no dia 25 de março de 2020. A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, ressalta que a iniciativa do governador Ronaldo Caiado foi fundamental para garantir a alimentação dos alunos neste período em que as unidades escolares permanecem fechadas, por medida de segurança no combate e prevenção ao coronavírus.

Como sacar o auxílio
O recurso pode ser retirado nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) em todo o Estado, sendo que o saque pode ser efetuado por meio dos cartões Bolsa Família, Cartão Cidadão ou Cartão Renda Cidadã.

A superintendente de Organização e Atendimento Educacional da Seduc, Patrícia Coutinho, explica que caso o aluno não tenha nenhum dos três cartões, ele também pode sacar o auxílio na boca do caixa, apresentando a Carteira de Identidade e o CPF.

* Com a informação da Secretaria de Educação – Governo de Goiás.

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!