Bradesco é condenado a pagar em dobro valores cobrados de correntista que não desbloqueou e nem utilizou cartão de crédito

295

O Bradesco foi condenado a pagar em dobro valor cobrado de um correntista que recebeu cartão de crédito, mas não desbloqueou e nem utilizou o mesmo. Mesmo assim, a instituição financeira cobrou tarifa e anuidade. As cobranças foram consideradas ilícitas em projeto de sentença da pela juíza leiga Denise Limongi e homologado pelo juiz Eduardo Perez Oliveira, em substituição no 7º Juizado Especial Cível de Goiânia.

O consumidor foi representado na ação pela advogada Ana Lúcia Lima do Ò, do  Escritório Lima e Loiola Advogados Associados. Ele relata que é correntista do referido banco e que recebeu um cartão, emitido pela instituição financeira, mas que o mesmo não foi desbloqueado e tampouco utilizado.

Porém, informa que Informa que a partir do mês de agosto de 2019 começou a receber cobranças de tarifa de anuidade. Asseverou serem indevidas tais cobranças sob o argumento justamente de que nunca usou ou desbloqueou o cartão em questão.

Em contestação, a instituição financeira sustentou a inexistência de cobrança indevida, ao argumento de que a cobrança de anuidade era atinente a solicitação de cartão de crédito, firmada pelo consumidor.

Ao analisar o caso, a juíza leiga disse que há nos autos apenas a comprovação que o consumidor é correntista da instituição financeira. Entretanto, não foi apresentada nenhuma fatura de uso do cartão ou outro documento a comprovar o desbloqueio.

Desse modo, segundo a juíza leiga, embora o consumidor seja correntista, a instituição financeira não logrou comprovar, ao menos a efetiva disponibilização dos serviços, a partir do desbloqueio do cartão, as cobranças das taxas de anuidade. Razão pela qual se mostram ilícitas, devendo ser desconstituídos os débitos existentes.

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!