Goiânia – Motorista que causar acidente terá de ressarcir ao município por danos causados ao patrimônio público

2

O condutor que provocar acidente de trânsito em Goiânia deverá restituir ao erário do Município os danos causados ao patrimônio público e ao meio ambiente. É o que prevê a Lei nº 10.452, de 03 de janeiro de 2020, sancionada pelo prefeito Iris Rezende (MDB) e publicada no Diário Oficial nº 7.211, de 6 de janeiro de 2020. A matéria, que foi aprovada na Câmara Municipal de Goiânia, é de autoria do vereador Anderson Sales – Bokão (DC).

Como patrimônio público e ambiental, a lei considera postes, placas de sinalização, semáforos, muros, árvores, vegetação e canteiros de flores. Pelo texto, caberá à Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) fazer o levantamento dos custos e danos causados, assim como notificar o infrator sobre o pagamento dos valores computados. Decorrido o prazo sem o efetivo pagamento, o valor apurado deverá ser inscrito em dívida ativa e procedida a devida execução fiscal.

Bokão justifica que, “quando um motorista causa acidente com danos a um bem público e não paga por isso, o cidadão de bem é quem paga, pois os recursos que poderiam gerar benefícios para toda a população são utilizados nos reparos ao patrimônio danificado”. Segundo o parlamentar, tal medida poderá reduzir significativamente o número de acidentes em Goiânia.

Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

× Sugestão de pauta ou denúncias!